top of page
  • Foto do escritorMurilo Dias

A revolução dos hospitais com Automação de processos

Nos últimos anos, a automação dos processos de negócios tem se tornado cada vez mais importante para os hospitais . Com o aumento do volume de dados e informações, a necessidade de processá-los de forma rápida e eficiente tem se tornado crucial para a melhoria da qualidade do atendimento e para a otimização dos processos.


Grandes projetos de tecnologias esbarram na cultura organizacional. A proposta por meio de processos automatizados é que seja o primeiro passo para a mudança.


No entanto, a integração de sistemas legados e de novas tecnologias pode ser um grande desafio para os hospitais. A falta de integração pode resultar em processos lentos, ineficientes e sujeitos a erros. Além disso, muitas vezes os sistemas legados são difíceis de serem atualizados ou substituídos, o que torna a integração ainda mais complicada.Os sistemas legados geralmente foram desenvolvidos em tecnologias mais antigas, e podem não serem capazes de se comunicar facilmente com outros sistemas. Eles podem ter interfaces limitadas e dados estruturados de maneiras diferentes, o que torna difícil para eles se comunicarem com outros sistemas, uma plataforma lowcode de automação pode atuar como uma camada intermediária entre esses sistemas legados e outros sistemas e aplicativos modernos, tornando a integração muito mais fácil e eficiente. A plataforma possibilita traduzir diferentes formatos de dados e protocolos de comunicação para permitir que os sistemas legados se comuniquem com outros sistemas, com essa plataforma, as equipes de TI podem se concentrar em atividades mais estratégicas e de maior valor, enquanto as equipes de negócios podem criar e implantar processos de negócios com mais eficiência.


Uma das fragilidades que a automação de processos de negócios pode contribuir é na parte burocrática presente em muitos hospitais brasileiros. A automatização de processos pode reduzir a burocracia, eliminando etapas desnecessárias e reduzindo o tempo necessário para realizar tarefas. Isso pode levar a uma maior eficiência e a uma redução de custos para os hospitais, também pode ajudar a melhorar a transparência e a visibilidade dos processos de negócios, permitindo que os gerentes e supervisores monitorem o progresso das tarefas e identifiquem possíveis gargalos. Isso pode ajudar a garantir que os processos estejam funcionando de forma eficiente e que os funcionários estejam cumprindo prazos e metas.


Outra fragilidade em que a automação dos processos de negócios pode agir é a falta de comunicação entre os departamentos. Muitas vezes, os departamentos de um hospital trabalham de forma isolada, podendo impactar diretamente na segurança do paciente além de causar morosidade no atendimento. Com a automatização de processos, é possível criar fluxos de trabalho que facilitem a comunicação entre os departamentos, garantindo uma melhor coordenação e um atendimento mais eficiente.


Além disso, a automação dos processos de negócios pode ajudar a reduzir os erros humanos, que são comuns em processos manuais. Com a automação, é possível definir regras e padrões para a execução de tarefas, reduzindo a chance de erros e aumentando a precisão do processo, um exemplo de processo que pode ser automatizado é o de gerenciamento de pedidos de compra, com etapas definidas e prazos específicos, as informações seriam registradas eletronicamente, eliminando a necessidade de processamento manual de documentos e reduzindo significativamente a possibilidade de erros de digitação, além disso, a ferramenta de BPMS pode enviar notificações automáticas para os departamentos relevantes e as partes interessadas, alertando sobre qualquer ação ou informação necessária para completar o processo de forma rápida e eficiente.


Uma plataforma lowcode de automação de processos também pode ajudar os hospitais a integrarem novas tecnologias, como a inteligência artificial e a análise de dados.

Com essa integração, é possível obter informações mais precisas e em tempo real, melhorando a tomada de decisões e a qualidade do atendimento ao paciente, uma das possibilidades seria o uso process mining em rotinas hospitalares, é possível analisar as atividades realizadas pelos profissionais de saúde, identificar gargalos e ineficiências nos processos, além de mapear as interações entre os diversos departamentos e sistemas. Um exemplo de como o process mining pode ajudar a descobrir pontos falhos em rotinas hospitalares é o processo de admissão de pacientes.


Utilizando o process mining, é possível analisar as atividades realizadas pelos profissionais envolvidos no processo, como médicos, enfermeiros e atendentes, desde a chegada do paciente até a internação. Com essa análise, é possível identificar gargalos no processo, como tempos de espera excessivos e atrasos na realização de exames e procedimentos, bem como identificar etapas que podem ser otimizadas para melhorar a eficiência geral do processo.


Em conclusão, a automação de processos de negócios é cada vez mais importante para os hospitais do Brasil. Com a automatização, é possível reduzir a burocracia, custos, melhorar a comunicação entre os departamentos, reduzir os erros humanos e integrar novas tecnologias, esses itens ajudam a melhorar cada vez mais a jornada do paciente dentro dos hospitais seja de forma direta ou indireta. Uma plataforma lowcode de automação de processos pode ajudar na integração de sistemas legados e novas tecnologias, facilitando a criação e a implantação de processos de negócios personalizados de forma rápida e fácil. Com essa solução, os hospitais podem se tornar mais efetivos e eficientes.



Murilo Dias

Artigo escrito por Murilo Dias, Diretor de Gestão e Projetos da Join4, empresa de tecnologia focada em simplificar e automatizar processos na área de saúde, envolvendo sistemas de gestão de processos, estruturas robóticas, inteligência artificial e outros recursos em projetos customizados.



Comments


bottom of page